RANKING DO CNJ - Cresce índice de transparência do TJRR

O CNJ divulga esses índices anualmente para reconhecer tribunais e conselhos que se destacam no fornecimento de informação de forma clara e organizada para a sociedade

 

Imagem: Divulgação

O TJRR passou de 83,82%, no ano de 2019, para o percentual de 90,63% em transparência agora em 2020, subindo do sétimo para o quinto lugar entre os 27 tribunais estaduais do país

Divulgado na última terça-feira, dia 18, o Ranking da Transparência do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) apontou o crescimento do índice de transparência do TJRR (Tribunal de Justiça de Roraima), que passou de 83,82%, no ano de 2019 para o percentual de 90,63% em transparência agora em 2020, sendo o segundo tribunal da região Norte mais transparente, ficando atrás apenas do Pará, e o quinto colocado, junto com o Ceará, entre todos os tribunais estaduais do Brasil.

O Ranking da Transparência, instituído pela Resolução 260/2018 do CNJ, é realizado anualmente com o objetivo de reconhecer tribunais e conselhos que mais se destacam no fornecimento de informação de forma clara e organizada para a sociedade. Desde a criação do monitoramento, o TJRR só vem aumentando o índice de transparência. Em 2018, o percentual ficou em 65,13%.

Os itens avaliados vão desde o fornecimento de informações, como horários de atendimento ao público e levantamento estatístico sobre a atuação do órgão, dados relativos a licitações, íntegras de contratos firmados, rendimentos dos tribunais, entre outras informações disponíveis nos sites dos órgãos judiciais.

Para o presidente do TJRR, desembargador Mozarildo Cavalcanti, essa é uma prova de que o Poder Judiciário de Roraima está se aperfeiçoado cada vez mais e com extrema preocupação e cuidado com a clareza e o acesso às informações.

“Esse é um reconhecimento importante, pois mostra como todo o trabalho do Poder Judiciário de Roraima é pautado na transparência, com foco, sobretudo, no cidadão. O CNJ tem ficado a cada ano mais exigente, e ainda assim o Tribunal de Justiça de Roraima conseguiu aumentar o índice de transparência com a sociedade, ultrapassando os 90%. Isso não nos acomoda. Ao contrário. Ao mesmo tempo que é motivo de comemoração, também é motivação para buscarmos atingir o percentual máximo de 100%. Para isso, buscaremos realizar os ajustes técnicos necessários e melhorar ainda mais o trabalho para nossos jurisdicionados”, declarou.

A secretária de Gestão Estratégica do TJRR, Inaiara Sá, destaca que alguns itens em que o TJRR não alcançou pontuação máxima são referentes a questões de adaptação a critérios mais novos ou questões técnicas de estruturação do portal. No entanto, já vem sendo realizado um trabalho focado no ajuste desses itens para que todos os dados e informações sobre a atuação do Tribunal de Justiça de Roraima sejam encontrados de forma cada vez mais facilitada e segura.

“Esse é um trabalho minucioso, em que procuramos focar nas necessidades do cidadão e cidadã. Temos várias equipes empenhadas nisso, e dentre as diretrizes do TJRR a transparência é uma das principais. Temos certeza que com o preparo e dedicação das nossas equipes, esse índice tende a crescer cada vez mais, e com isso o Poder Judiciário de Roraima fica cada vez mais perto dos nossos jurisdicionados e jurisdicionadas”, declarou.